Protetor solar: por que é um acessório básico e indispensável?



Protetor solar: por que é um acessório básico e indispensável?

Mais do que um cosmético, é uma forma de prevenir o envelhecimento o câncer de pele e outras condições


Uma pesquisa desenvolvida pelo IBOPE Inteligência, a pesquisa O que a sua pele conta revela que 94% das mulheres, de 30 a 60 anos, têm algum sinal na pele do rosto que as incomoda. Quando questionadas sobre qual seria esse sinal, as linhas de expressão foram apontadas por mais da metade das mulheres, 56%.

 

As entrevistadas declararam não ter problemas em assumir a sua idade, 96% dizem a verdade quando são questionadas, mas o levantamento constatou que 2 em cada 3 mulheres têm medo que a pele do rosto envelheça. Além disso, 48% afirmam sentir insegurança e, às vezes, até feias.

 

A dermatologista Eloisa Ayres, especialista e mestre em Dermatologista pela Universidade Federal Fluminense, explica que lidar com certa insegurança e desconforto com os sinais de envelhecimento da pele é uma realidade vivida por muitas mulheres. “Acredito que essa situação ocorre porque muitas delas não têm a preocupação de cuidar da pele de forma preventiva e quando se deparam com algumas mudanças começam a ficar preocupadas”, diz a médica.


O câncer de pele é o mais comum no país, representa 25% do total dos casos registrados, segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA). ”O cuidado com a pele vai além da vaidade, ele é necessário para que se mantenha saudável o maior órgão do corpo”, afirma o dermatologista Bruno Vargas. Ele acrescenta que as consequências da exposição ao sol são cumulativas e aparecem ao longo dos anos.


O fato de o Brasil ser um país tropical faz com que a incidência dos raios UV seja intensa o ano todo, por isso, é preciso estar sempre atento aos cuidados com a saúde da pele. “Grande parte das pessoas pensa que só devemos nos proteger do sol quando vamos à praia ou à piscina, e esse é um hábito perigoso, pois estamos suscetíveis aos danos dos raios UV em todas as estações”, explica Vargas.


Estudos feitos recentemente na Universidade Yale, nos Estados Unidos, sobre a melanina, pigmento que dá coloração e ajuda na proteção à pele, apontam que, ao contrário do que se pensava, não só pessoas com a pele clara (com menor quantidade de melanina) estão suscetíveis à doença. Isso acontece porque os danos causados pelos raios UV ao DNA dos melanócitos (células produtoras de melanina), fazem com que os prejuízos à pele continuem se agravando durante horas, mesmo quando a pessoa já não está exposta ao sol.


Mas se você ainda não se convenceu, conheça cinco motivos para usar o protetor solar.

 

  1. A camada de ozono está a esgotar e seu corpo precisa de proteção contra os raios nocivos.

  2. É a maneira mais eficaz de prevenir o câncer de pele (não custa reiterar).

  3. Ajuda a prevenir facial manchas marrons e descoloração da pele.

  4. Ele também ajuda a reduzir o aparecimento de veias vermelhas faciais, manchas e acne.

  5. Ele retarda o desenvolvimento de rugas e o envelhecimento prematuro da pele.

 

 

    • Parceiros de Conteúdo

 

        • ABQV