4 dicas para uma boa alimentação na gravidez



4 dicas para uma boa alimentação na gravidez

Não há muitas restrições, mas algumas dicas tornam a gestação mais segura e confortável


Uma boa alimentação para as mulheres gestantes é um importante passo para ter uma bebê saudável e forte, na hora do nascimento dele. Isso acontece porque, tudo que a mãe come, o bebê também “come”, mesmo que seja de uma forma indireta e o bebê depende diretamente dos hábitos da mãe, inclusive, uma alimentação saudável e adequada. O mesmo vale para a amamentação.


Mas seguindo algumas dicas é possível garantir uma gestação confortável e saudável para mamãe e bebê.

 

Produtos a evitar

Não existem muitas restrições do que as futuras mamães devem evitar comer, mas, alguns alimentos não são muito aconselhados ou por serem perigosos, de transmissão de doenças, como peixe cru, carne muito malpassada, porco, ou por serem pouco saudáveis, como salsichas, hambúrgueres e alimentos processados com salame.


Algumas bebidas, como o café e os destilados também devem ser evitados, por serem prejudiciais ao bebê. Cerveja até pode, mas, com extrema cautela e no máximo um copo por mês.


Claro que nessa lista está o cigarro, talvez o maior vilão dos futuros bebês, a nicotina pode causar uma série de doenças, antes mesmo do parto. Por isso, uma atitude fundamental, é para as mamães que fumam, tentar ficar pelo menos 9 meses sem colocar o cigarro na boca.


Fazer de quatro a seis refeições por dia

Sabe aquela velha regra, que todo nutricionista recomenda, de comer a cada três horas, então, ela ganha ainda mais importância para as mulheres que estão gravidas, já que o feto não pode ficar muito tempo sem ser alimentado, por isso, tentar comer em curtos períodos de tempo é fundamental para manter uma boa alimentação na gestação.

 

Isso fica ainda mais claro, se a gestante estiver sofrendo com enjoos, azia ou má-digestão, comendo nesses intervalos menores, diminuirá a ocorrência desses tipos de mal-estar, pois, o corpo reage melhor quando está alimentando, mesmo que com pequenas refeições.


Ingestão de ácido fólico nos primeiros três meses

Uma outra dica para as gravidas que pretendam ter uma boa alimentação na gestação, é que nos primeiros três meses, elas tenham uma alta ingestão de ácido fólico, encontrado em alimentos como carnes animais, aspargos e espinafre.

 

Esse componente é fundamental para o desenvolvimento do bebê nos primeiros meses e vai fazer com que alguns dos pequenos efeitos da gravidez, com enjoos e tontura, sejam minimizados. Por isso, a carne está liberada para as grávidas, pelo menos, nos primeiros meses.


Bastante chá, mas não qualquer um

O chá é uma bebida maravilhosa para as mamães, porque acalmam o corpo, são diuréticos excelentes, além de serem bons relaxantes e contribuírem para amenizar alguns sintomas como enjoo e cólicas.


Só é preciso tomar cuidado, pois, alguns podem ser perigosos, por isso, as gestantes devem preferir chás de camomila, erva doce e erva cidreira.


Com essas dicas de alimentação, as futuras mamães terão um "ensaio gestante" bastante rico e produtivo e darão a luz a uma criança forte e saudável.

Comment