4 dicas para preparar uma lancheira saudável



em Saúde
4 dicas para preparar uma lancheira saudável

Para adultos e crianças, preparar uma lancheira saudável é a melhor maneira de comer bem fora de casa


Está mais que comprovado que uma alimentação saudável começa de casa e, por isso mesmo, levar consigo alimentos preparados por você é um dos truques mais simples para comer melhor.


“Com a correria do dia a dia, está cada vez mais comum que adultos e crianças passem muito tempo fora de casa, seja no trabalho, na escola ou no trânsito. Com isso, em geral ficam sem comer por muitas horas ou optam por alimentos práticos, mas nem sempre saudáveis, como alimentos e bebidas que contêm grande quantidade de gordura, açúcar, sal e outros componentes que prejudicam o organismo”, afirma Celina Hiramatsu, nutricionista do Departamento de Ciências e Pesquisas da Yakult.


Leia também: Como montar e conservar sua marmita?


Veja suas dicas para manter uma alimentação balanceada, mesmo fora de casa:


• O ideal é ter sempre à mão frutas, castanhas ou barras de cereais sem açúcar. Quem já é adepto das lancheiras térmicas que conservam os alimentos na temperatura adequada até o consumo , tem várias outras opções saudáveis, como alimentos fermentados, iogurtes, queijos processados e sucos, de preferência naturais ou sem conservantes;


• É importante lembrar que o café da manhã é a principal refeição do dia(http://www.ganhaquemperde.com.br/saude/177-cafe-da-manha-saudavel-evita-problemas-ao-longo-do-dia) e, além de não ser suprimido, deve ser o mais completo possível. Um café da manhã ideal deve ser composto de carboidratos e grãos (pão integral, cereais integrais sem açúcar), proteínas (leite ou derivados com baixo teor de gordura), frutas (melão, mamão e banana são boas opções, porque contêm fibras e ajudam no bom funcionamento do intestino), e gorduras boas, encontradas na manteiga, neste caso, em pequenas quantidades.


Leia também: Como cozinhar pode salvar a sua dieta


• Faça um planejamento semanal dos alimentos que comporão o lanche, priorize aqueles que são fontes de energia e aumentam a saciedade, de preferência integrais ou ricos em fibras. Entre as sugestões estão sanduíches naturais, cookies integrais, batata doce cozida, milho cozido, granola, frutas desidratadas, mix de castanhas e cereais sem açúcar.


• As frutas devem estar presentes na lancheira sempre que possível, pois são excelentes fontes de minerais e vitaminas. Também é fundamental lembrar-se de ingerir água ao longo do dia e a água de coco, os sucos de frutas naturais e os chás feitos em casa são ótimas opções.


Celina reitera que a alimentação deve ser fracionada ao longo do dia para evitar o jejum prolongado. O ideal é ingerir pequenos lanches entre as principais refeições, porque isso vai aumentar a saciedade na hora do almoço e do jantar, favorecer o gasto de energia e ajudar para a manutenção do peso ideal, porque o organismo humano tem uma memória antepassada e, quando fica em jejum prolongado, entende que deve guardar a energia dos alimentos que recebe para sua subsistência futura. Com isso, ao contrário do que os adeptos de dietas radicais acreditam, ficar sem comer por muitas horas acaba por aumentar o peso e não ajuda a emagrecer.


“Para as crianças, faça com que o momento da montagem diária da lancheira seja uma boa oportunidade de interação e orientação dos pais com as crianças, que devem participar de maneira prazerosa da atividade”, finaliza.

 

 

    • Parceiro de Conteúdo

 

                logo ABQV p