7 dicas para comer com saúde sem gastar muito



em Saúde
7 dicas para comer com saúde sem gastar muito

Chef dá dicas de como preparar refeições saudáveis sem desperdiçar dinheiro

 

Comer bem é caro, por isso é tão difícil, certo? Errado!

 

Para não pesar no bolso ou faltar sabor, o chef Leonardo Carvalho, da Unilever, preparou algumas dicas e sugestões que não afetam o orçamento na hora de planejar um cardápio balanceado.

 

  1. Sua cozinha não precisa estar cheia de produtos sofisticados para que você tenha refeições incríveis. Ingredientes simples e baratos, como mandioca, podem se transformar em pratos deliciosos.
  2. O que nunca pode faltar para uma refeição completa, balanceada e de baixo custo é a composição do prato que deve conter:
    1 porção de carnes, peixes ou ovos;
    1 porção de cereais (batata, macarrão, arroz ou farofa);
    1 porção de feijões (feijão, soja ou grão de bico);
    1 porção de vegetais (folhas ou legumes). 
  3. Ao ir ao supermercado ou à feira, leve uma lista pré-elaborada para ganhar agilidade e economia durante a escolha dos itens;
  4. Vale sempre ressaltar que podemos seguir com carnes de segunda e colocá-la na panela de pressão, que além de deixá-la super macia, ainda economiza no gás por cozinhar mais rápido.
  5. No caso dos cereais, podemos sempre utilizar as raízes (inhame, mandioca e batata doce) que, em muitos períodos do ano, têm o custo mais baixo. 
  6. Escolha frutas e vegetais da estação que, além de mais saborosos, são mais baratos e possuem maior quantidade de vitaminas e minerais;
  7. Aproveite as aparas e cascas de vegetais para fazer sopas e caldos. Muitas vezes esses itens não estão com um formato bonito porem são ricas em sabor, higienize-as bem, coloque na sua sopa e finalize batendo em um liquidificador.  

 

7 dicas para comer com saúde sem gastar muito

Chef dá dicas de como preparar refeições saudáveis sem desperdiçar dinheiro

Comer bem é caro, por isso é tão difícil, certo? Errado!

Para não pesar no bolso ou faltar sabor, o chef Leonardo Carvalho, da Unilever, preparou algumas dicas e sugestões que não afetam o orçamento na hora de planejar um cardápio balanceado.

 

1. Sua cozinha não precisa estar cheia de produtos sofisticados para que você tenha refeições incríveis. Ingredientes simples e baratos, como mandioca, podem se transformar em pratos deliciosos.

2. O que nunca pode faltar para uma refeição completa, balanceada e de baixo custo é a composição do prato que deve conter:

1 porção de carnes, peixes ou ovos;

1 porção de cereais (batata, macarrão, arroz ou farofa);

1 porção de feijões (feijão, soja ou grão de bico);

1 porção de vegetais (folhas ou legumes).

 

3. Ao ir ao supermercado ou à feira, leve uma lista pré-elaborada para ganhar agilidade e economia durante a escolha dos itens;

4. Vale sempre ressaltar que podemos seguir com carnes de segunda e colocá-la na panela de pressão, que além de deixá-la super macia, ainda economiza no gás por cozinhar mais rápido.

5. No caso dos cereais, podemos sempre utilizar as raízes (inhame, mandioca e batata doce) que, em muitos períodos do ano, têm o custo mais baixo.

6. Escolha frutas e vegetais da estação que, além de mais saborosos, são mais baratos e possuem maior quantidade de vitaminas e minerais;

7. Aproveite as aparas e cascas de vegetais para fazer sopas e caldos. Muitas vezes esses itens não estão com um formato bonito porem são ricas em sabor, higienize-as bem, coloque na sua sopa e finalize batendo em um liquidificador. 

 

 

 

    • Parceiro de Conteúdo

 

                logo ABQV p