Ortorexia: o distúrbio alimentar da moda



em Saúde
Ortorexia: o distúrbio alimentar da moda

Nutróloga fala sobre os riscos do exagero da cultura fitness e distúrbios alimentares

Fazer atividades físicas regulares e seguir uma alimentação equilibrada é fundamental para quem deseja ter boa saúde e bem-estar. No entanto, a busca por um corpo perfeito faz com que algumas pessoas desenvolvam um distúrbio chamado ortorexia nervosa, isto é, uma obsessão por alimentação saudável. O problema leva a restrições que podem desenvolver carências nutricionais, como anemia, desnutrição, déficit de vitaminas e minerais. Em casos mais graves, o paciente pode até ser internado para reajuste nutricional.


Natasha Vilanova, médica nutróloga do Hapvida Saúde, alerta que é cada vez mais comum encontrar pessoas que seguem dietas sem a orientação de um profissional da área. Como consequência, corre-se o risco de restrição de grupos alimentares importantes para o equilíbrio do organismo, ocasionando deficiências nutricionais. “Indivíduos que sofrem desse transtorno alimentar não percebem o quanto estão prejudicando sua saúde e o problema geralmente é identificado por familiares ou amigos próximos. Porém, mesmo com o alerta sobre a obsessão, eles acabam restringindo ainda mais os alimentos”, diz.


Segundo a especialista, inicialmente, são evitados produtos que contenham corantes, conservantes, gordura trans, açúcares e, com o passar do tempo, a preocupação também acaba abrangendo a forma de preparo e até os utensílios utilizados. O problema ainda pode afetar o convívio social por acreditarem que outros lugares, como restaurantes ou casa de amigos, não seguem suas práticas alimentares, afetando também a sociabilidade, de modo geral.


O tratamento da ortorexia consiste no acompanhamento com uma equipe multiprofissional, incluindo nutrólogo, psiquiatra, nutricionista e psicólogo, abrangendo tanto a correção das deficiências nutricionais como a terapia comportamental.


“Recomendamos um tratamento holístico para tratar o problema na raiz, já que a ideia do culto ao corpo perfeito acaba se tornando uma obrigatoriedade para esse paciente se sentir incluso em um determinado meio social. O bombardeio de informações do universo fitness leva as pessoas a adquirir uma tentativa de vida mais saudável, porém, devemos ficar sempre atentos à origem de tais informações, para não seguir orientações de pessoas sem qualquer qualificação profissional”, afirma Natasha.

 

 

    • Parceiros de Conteúdo

 

logo ABQV p                             logo tricosalus