Alongamento e seus benefícios para a saúde



em Saúde
Alongamento e seus benefícios para a saúde

A prática ajuda a amenizar dores, a melhorar a flexibilidade muscular e a amplitude de movimentos

 

Alongamento não é coisa que se deve fazer apenas antes de correr ou ir para a academia, é algo que deveria fazer parte da vida das pessoas todos os dias. Ele ajuda na flexibilidade muscular, na amplitude de movimentos e auxilia na correção e na manutenção de uma postura correta, adequada e saudável.

 

É isso que afirma a professora de alongamento da Companhia Athletica Curitiba, Viviana Haluch. “Por meio de uma prática regular de exercícios de alongamento, é possível reduzir vícios posturais causados, principalmente, por passar muito tempo do dia em uma mesma posição ou executando movimentos repetitivos”, explica. “Também é possível aliviar tensões musculares responsáveis por dores nas costas e no pescoço”, complementa.

 

Segundo ela, o alongamento é um importante aliado no tratamento de lombalgias, cervicalgias e até fibromialgias, quadros dolorosos comuns da coluna vertebral, pois proporciona um relaxamento muscular, aliviando as dores causadas pelo estresse. “Quando executado corretamente, e com a devida atenção em cada exercício, o alongamento pode aumentar a plasticidade neural do indivíduo e proporcionar uma maior consciência corporal e melhor coordenação motora. Isso colabora para a realização de atitudes corporais mais confortáveis tanto na prática de exercícios quanto nos movimentos de tarefas diárias”, afirma.

 

Normalmente, a população busca fazer alongamentos para melhorar a postura e aliviar as tensões musculares. Com isso, é importante priorizar alguns tipos de exercícios. “Os alongamentos de cadeia posterior, que são o conjunto de vários músculos envolvendo tríceps surral, isquiotibiais, glúteos e paravertebrais, são os mais indicados para pacientes que tenham encurtamento nestes músculos. Um exemplo simples de exercício para alongar este grupo é tentar alcançar os pés com as mãos e permanecer assim de 30 segundos a um minuto, descansar e voltar a repetir ao menos mais duas vezes”, ensina Viviana.

 

A professora salienta que não existe um tempo de alongamento perfeito. “Isso depende muito do indivíduo, do seu objetivo com a prática e do método utilizado. Mas, em geral, uma série de 30 minutos por dia é tempo suficiente para absorver os benefícios do alongamento”, considera.

 

 

 

 

    • Parceiros de Conteúdo

 

                logo ABQV p                                Dell Ambiente