10 dicas para voltar com tudo das férias



em Saúde
10 dicas para voltar com tudo das férias

Retorne ao trabalho com mais energia e qualidade de vida após um período fora do ambiente corporativo

 

* Por Susan Scott


Aumente sua consciência de estresse pessoal

Reconheça os sintomas. Estes podem ser físicos, emocionais, comportamentais ou psicológicos. Considere o que pode estar causando que você se sinta desse jeito e que ação pode ser necessária para resolver os motivos. Se você achar difícil identificar essas causas, mantenha um diário de estresse que registre os eventos que a fizeram sentir mal e como eles fizeram você se sentir.


Revise sua dieta e estilo de vida com honestidade

O que você está bebendo, fumando e comendo? Isso mudou recentemente? Se sim, e você está bebendo ou fumando mais ou consumindi mais alimentos açucarados com carboidratos para ajudá-laa ter mais energia, então você precisa fazer mudanças, pois esta “automedicação” não está ajudando.


Equilibre sua energia.

O estresse aumenta nossa demanda por certos nutrientes, como vitaminas C, B, zinco e proteínas. É importante comer alimentos não-processados ​​para otimizar a ingestão de nutrientes. Sempre tenha algo para comer às 10h para equilibrar o açúcar no sangue e gerar energia. Consumir alguma proteína, juntamente com carboidratos em cada refeição, como frango, salmão e queijo, realmente ajuda a equilibrar o açúcar no sangue e dar energia mais sustentável.


Fique de olho na saúde

A resposta ao estresse aumenta a pressão arterial e o colesterol, leva a desequilíbrios na sua resposta ao açúcar no sangue e pressão sobre a função do fígado e dos rins. Faça essecheck-out com o seu médico para garantir que o estresse não leve a doenças.


Tire algum tempo para desligar

Tire um tempo durante o caos do dia para estar sozinha e pratique uma técnica de relaxamento. Escolha um lugar tranquilo longe das pessoas, onde você possa se sentar ou ficar quieta. Respirar profundamente três vezes é uma técnica útil para reduzir hormônios de estresse elevados e baixar uma frequência cardíaca acelerada.


Faça exercícios regulares

Reserve um tempo para algum exercício físico, como uma caminhada rápida no parque local, bicicleta ou um mergulho pelo menos três vezes por semana. Esta é uma das melhores maneiras de usar o excesso de hormônios do estresse, mas isso só acontecerá se você agendá-lo em sua vida profissional ocupada.


Faça uma resolução para administrar seu tempo de forma mais eficaz

Se você está desorganizada, faça uma lista de tarefas. Se você é perfeccionista, identifique um ponto de corte ou alocação de tempo. Priorize sua carga de trabalho e diga 'não' se você estiver em perigo de se comprometer demais. Se você fizer isso calmamente, mas afirmando firmemente os motivos, você não se sentirá tão culpado por isso.


Lide com problemas quando eles surgirem.

Enterrar a cabeça na areia não vai fazer o problema desaparecer, na verdade, é provável que piore e quanto mais ele for postergado, mais ficará em sua mente.


Desligue à noite

Mas não com álcool. O álcool é um estimulante que perturba o padrão de sono. A tecnologia digital também é um estimulante, portanto, desligue tudo pelo menos duas horas antes da cama.


Não tenha medo de pedir ajuda

Fale com confiança com o seu gerente ou diretor de RH. Se você sentir que os processos não estão em vigor para isso, entre em contato com um profissional especializado para ajudá-lo a identificar o que realmente está acontecendo em sua vida e orientá-la a criar estratégias de desestresse. Quanto mais cedo você pode superar as pressões que induzem ao estresse e construir sua resiliência, mais cedo você estará de volta trabalhando a toda velocidade e otimizando seu desempenho.

 

* Susan Scott é psicóloga corporativa, nutricionista e autora do livro “How do have na outstandingcareer” (Como ter uma carreira excepcional).

 

 

    • Parceiros de Conteúdo

 

                logo ABQV p                                Dell Ambiente