Plantas em casa: as melhores e seus benefícios



em Saúde
Plantas em casa: as melhores e seus benefícios

Conheça os benefícios de ter plantas em casa e quais são as melhores para purificar o ar do seu ambiente.

 

Plantas em casa embelezam o ambiente e melhoram qualquer decoração. Mas muito além da beleza, as plantas podem realmente oferecer benefícios para a saúde ao serem escolhidas para decorar espaços internos.


Manter plantas em casa ajuda a melhorar a qualidade do ar, conservar a umidade dos ambientes e melhorar quadros de ansiedade (sim, é isso mesmo). “Planta é vida e isso se reflete no dia-a-dia de quem escolhe folhagens e flores como itens de decoração”, diz Luciana Ferreira, arquiteta e fundadora da Dell’Ambiente, que acredita que usar a vida das plantas valoriza quaisquer espaços.


Quando você respira, seu corpo absorve oxigênio e libera dióxido de carbono. Durante a fotossíntese, as plantas absorvem dióxido de carbono e liberam oxigênio. Esse padrão oposto de uso de gás faz com que as plantas e as pessoas sejam parceiros naturais, logo, plantas são ferramentas importantes para aumentar a qualidade de vida de quem tem problemas respiratórios, por exemplo. 


Como parte dos processos fotossintéticos e respiratórios, as plantas liberam vapor de umidade, o que aumenta a umidade do ar ao seu redor. Estudos na Universidade Agrícola da Noruega documentam que o uso de plantas em espaços interiores diminui a incidência de pele seca, resfriados, dor de garganta e tosse seca. Um estudo em escritórios mostra que a diminuição na incidência de doenças foi de até 60%.


“Algumas plantas como orquídeas, suculentas e bromélias continuam funcionando como filtros de ar mesmo durante a noite, quando a fotossíntese de outras plantas acaba, por isso são ideais para serem usadas em quartos na troca do ar durante a noite”, diz.


As plantas removem até 87%  dos compostos orgânicos voláteis das toxinas do ar a cada 24 horas, de acordo com uma pesquisa da NASA. Hoje, plantas são usadas até mesmo em salas de recuperação de hospitais com pacientes cirúrgicos, com resultados comprovados de diminuição na dor, taxas cardíacas e pressão sanguínea mais baixas e melhor estado mental, segundo pesquisadores da Universidade Estadual do Kansas.


“Isso vai muito além da química. Usar plantas como parte do dia-a-dia é uma forma de cuidar de um pequeno pedaço de natureza e, ao mesmo tempo, precisar parar tudo para focar em algo mais leve, como uma maneira de tirar pausas da loucura do cotidiano”.

As melhores plantas para cada espaço

Luciana aponta quais são as melhores plantas de acordo com uma pesquisa baseada nos dados da NASA sobre plantas que podem melhorar a qualidade do ar de ambientes internos.


Samambaia – remove compostos voláteis de formaldeído e xileno, além de ajudar a umidificar o ar.


Palmeiras – diversos tipos de palmeiras podem ajudar a remover poluentes do ar, alguns se adaptam a diferentes temperaturas e condições climáticas.


Falsa-seringueira
– são excelentes para purificar o ar e não precisam de muita luz solar para sobreviver. Ou seja, perfeitas para escritórios.


Hera
– essa espécie de trepadeira costuma ocorrer em ambientes externos, mas muitas vezes invade o lado de dentro e isso pode trazer muitos benefícios para o ar.


Lírio-da-paz – essa planta com uma linda flor realmente traz uma sensação de paz e leveza enquanto carrega toxinas para longe dos seus pulmões.


Jibóia – a jibóia é uma planta fácil de cuidar, que se reproduz rapidamente e pode sobreviver à sombra ou ao sol.

Gérbera – excelente para oxigenar ambientes, a gérbera é fácil de achar e tem vários ciclos de vida. 

 

 

    • Parceiro de Conteúdo

 

                logo ABQV p