Por que gostamos tanto de açúcar e gordura?



por Renata Menegatti
em Saúde
Por que gostamos tanto de açúcar e gordura?

A vida saudável é a nova ditadura social. Estamos tão imersos na busca pelo corpo saudável, pelo alimento com menos glúten e para não estourar a contagem de calorias, que comer bem se tornou “permissivo”.

 

“Só por hoje posso comer um doce ou apenas duas batatas fritas”. Mas, afinal, por que alguns alimentos são tão recompensadores?


A resposta está no nosso cérebro primitivo: porque ainda consideramos escassos alimentos ricos em açúcares e gordura.


Não há nada complexo na explicação. Segundo o professor Pedro Calabrez, professor e pesquisador da NeuroVox, isso acontece porque antigamente era difícil para o homem conseguir alimentos ricos nesses nutrientes.


Isso porque caçávamos, na maior parte das vezes, animais de pequeno porte e magros e nossa fonte de açúcar – as frutas – nem sempre eram facilmente acessíveis, a menos que caíssem das árvores.


Logo, quando um grande animal, com carne gordurosa, caía no nosso estômago, a recompensa cerebral era imediatamente e, embora os tempos sejam outros, a sensação ainda é a mesma.

 

 

    • Parceiro de Conteúdo

 

                logo ABQV p