12 benefícios do sexo para a saúde



por Renata Menegatti
em Saúde
12 benefícios do sexo para a saúde

Sexo é bom e todo mundo gosta. Mas não é apenas um momento hedonista, de prazer instantâneo. O ato sexual pode oferecer também muitos benefícios para a saúde.

Por tanto, se você não é um apaixonado por exercícios físicos e academia, pode fazer da intimidade com o parceiro a sua melhor atividade física. Veja por quê.

1. Mantém a imunidade do seu corpo

Nem só de suco de laranja se faz um bom sistema imunológico. Pessoas que fazem sexo têm níveis mais elevados de anticorpos que defendem o corpo contra os germes, vírus e outros invasores. Pesquisadores da Universidade Wilkes da Pensilvânia descobriram que estudantes universitários que tiveram relações sexuais uma ou duas vezes por semana tinham níveis mais elevados de um determinado anticorpo em comparação a estudantes que tiveram relações sexuais com menor frequência.

2. Aumenta a libido nas mulheres

Sim. É isso mesmo, quanto mais sexo, mais libido. É o que afirma a professora assistente de obstetrícia e ginecologia da Universidade Northwestern de Medicina em Chicago, Lauren Streicher.  Para as mulheres, fazer sexo aumenta a lubrificação vaginal, fluxo sanguíneo e elasticidade, o que faz com que a relaçao sexual seja mais prazerosa e, portanto, faz com que a mulher queira mais.


3. Melhora o controle da bexiga

Um forte assoalho pélvico é importante para evitar a incontinência, algo que afeta cerca de 30% das mulheres em algum momento de suas vidas. Sexo é como um treino para os músculos do assoalho pélvico. Quando você tem um orgasmo, que provoca contrações desses músculos, isso os fortalece.

4. Reduz a pressão arterial

Uma pesquisa sugere uma ligação entre sexo e pressão arterial mais baixa, segundo o Dr. Joseph J. Pinzone, CEO e diretor médico da Amai Wellness. "Tem havido muitos estudos", diz ele. "Um deles descobriu que a relação sexual especificamente (não masturbação) reduziu a pressão arterial sistólica, o primeiro número do teste de pressão arterial (numa pressão 12.8, a sistólica é o 12).

5. É um ótimo exercício físico

"O sexo é realmente um grande forma de exercício", diz Pinzone. Isso não significa que é possível substituir a esteira, mas ele tem o seu valor. Fazer sexo consome cerca de cinco calorias por minuto. Ele mata dois coelhos com uma cajadada, aumenta o seu ritmo cardíaco e usa vários músculos. "Como com o exercício, consistência ajuda a maximizar os benefícios", diz Pinzone.

6. Reduz o risco de infarto

Uma boa vida sexual faz bem para o coração. Além de ser uma ótima maneira de aumentar a sua frequência cardíaca, ajuda a manter os níveis de estrogênio e testosterona em equilíbrio. "Quando qualquer um desses níveis é baixo você começa a ter muitos problemas, como osteoporose e doenças cardíacas", diz Pinzone. Ter relações sexuais com mais freqüência pode ajudar. Durante um estudo, homens que faziam sexo pelo menos duas vezes por semana apresentaram metade da probabilidade de morrer de doenças cardíacas do que homens que tinham relações sexuais raramente.


7. Ameniza a dor


Antes de apelar para uma Aspirina, experimente um orgasmo. "O orgasmo pode bloquear a dor", diz Barry R. Komisaruk, PhD, professor na Universidade Estadual de Nova Jersey, que revela que o ato sexual libera um hormônio que ajuda a aumentar o seu limiar de dor. 

Estimulação sem orgasmo também pode funcionar. "Descobrimos que a estimulação vaginal pode bloquear dor crônica nas costas e na perna, e muitas mulheres disseram que a auto-estimulação genital pode reduzir cólicas menstruais, dores artríticas e, em alguns casos, até mesmo dores de cabeça", diz Komisaruk.

8. Ajuda a prevenir o câncer de próstata

Homens que ejaculam com freqüência (pelo menos 21 vezes por mês) eram menos propensos a ter câncer de próstata, segundo um estudo publicado no Journal of the American Medical Association. Você não precisa de um parceiro para colher este benefício: relações sexuais, ejaculação noturna e masturbação podiam ajudar no processo. Não está claro que o sexo era a única razão que importava naquele estudo, afinal, muitos fatores afetam o risco de câncer. Mas um pouco mais de sexo não machuca e não tem contraindicação.

9. Ajuda a dormir melhor

Você pode dormir mais rapidamente após o sexo e por boas razões. "Após o orgasmo, o hormônio prolactina é liberado, ele é responsável pelas sensações de relaxamento e sonolência após o sexo”, diz Sheenie Ambardar, psiquiatra, em West Hollywood, na Califórnia.

10. Alivia o stress

Ambardar diz que o toque pode liberar o hormônio natural do “bem estar”.A excitação sexual libera uma substância química cerebral que acelera o sistema de prazer e recompensa do seu cérebro. Sexo e intimidade podem aumentar a sua auto-estima e felicidade também, diz Ambardar.

11. Sexo rejuvenesce

De acordo com o neuropsicólogo britânico, David Weeks, do Royal Edinburgh Hospital, sexo pode manter as rugas longe da sua pele. Em um estudo que durou 10 anos com uma amostra de 3.500 adultos na Inglaterra e nos Estados Unidos, as pessoas que relataram ter relações sexuais quatro vezes por semana pareciam cerca de 10 anos mais jovens do que realmente eram. O prazer derivado do sexo libera hormônios inclusive o hormônio do crescimento humano, que crucial na preservação da juventude, diz ele.


12. Aumenta a longevidade

Um estudo irlandês publicado no British Medical Journal em 1997 acompanhou a mortalidade de 1.000 homens de meia idade ao longo de uma década e concluiu que a atividade sexual pode ter um efeito protetor sobre a saúde. Comparando os homens de acordo com a idade e saúde, os pesquisadores descobriram que os homens que tiveram a maior freqüência de orgasmos tinham uma taxa de mortalidade de 50% mais baixa do que os homens que não ejaculavam com tanta freqüência.

 

 

    • Parceiro de Conteúdo

 

                logo ABQV p