Como fazer uma lista de supermercado fitness?



em Saúde
Como fazer uma lista de supermercado fitness?

As prateleiras dos supermercados estão lotadas, mas o que deve ser considerado na hora da escolha?


Como escolher entre as tantas variedades de produtos, entre lights, diets, orgânicos, sem glúten ou lactose e veganos? “A dica é ficar atento aos nutrientes que os alimentos oferecem e aos ingredientes que os compõem. A partir daí, é possível identificar a quantidade de cada item e os benefícios da ingestão para a saúde”, aconselha Raquel Bacha, consultora nutricional do grupo Super Nosso.


Segundo a profissional, tamanha diversidade nas prateleiras é vantajosa, por atender a todos os tipos de necessidades. “Hoje, contamos com um leque extenso de opções. Para ela, apostar em substituições e ser flexível é essencial para que se tenha sucesso. “Seguir fielmente uma dieta garante bons resultados, mas se é tão difícil, adapte-a ao seu estilo de vida, faça substituições para que se sinta à vontade todos os dias e em todos os lugares que frequentar, assim você será capaz de cumpri-la por mais tempo”, aconselha.

 

Rachel alerta para o alarde sobre dietas com produtos sem glúten ou lactose. “Se você não tem intolerância, nem sempre faz sentido incluí-los no cardápio”, conta. Mais importante do que isso, é estar atento ao que o produto irá trazer de benefícios ao corpo e à dieta adequada para cada um. “A gôndola de saúde deixou de ser voltada para aqueles que possuem restrição alimentar, como diabéticos e celíacos, e passou a atender, também, às pessoas que optaram por um estilo de vida mais saudável”, afirma Maida Sales, gerente de marketing do Super Nosso.

 

O que comprar? Para um lanchinho rápido, a nutricionista sugere, barras de cereais, proteína ou frutas. Mas na hora da escolha, é importante ficar atento aos nutrientes. Por exemplo, a barra com castanhas é rica em minerais e vitaminas, logo, faz bem à saúde. Além disso, é indicado checar a porcentagem de fibras, quanto mais elevada, melhor. Para quem prefere as opções que levam chocolate, os produtos compostos por alfarroba, extraídos de um fruto, oferecem grandes vantagens. “A quantidade de gorduras do alfarroba é menor que o chocolate convencional e ele possui mais açúcares naturais, por isso, se tiver escolha, opte por ele”, afirma Raquel. Lembrando que, durante os intervalos do dia a dia, a fruta também é sempre bem vinda.

 

Já na hora do almoço ou jantar, “opte por um cardápio mais variado e monte um prato colorido e criativo, optando pela escolha correta entre nutrientes como proteína, carboidratos e gorduras boas, pois isso permite maior saciedade e contribui para que consiga prosseguir com a dieta”, afirma Rachel. Evite que você caia na monotonia de comer sempre a mesma coisa. “O indicado é apostar na versatilidade dos alimentos, com a carne de frango, é possível fazer almôndegas, hambúrgueres e outros”, afirma nutricionista.

 

 

    • Parceiros de Conteúdo

 

logo ABQV p                             logo tricosalus                                  Dell Ambiente