5 alimentos "super saudáveis" que você deveria repensar



em Saúde
5 alimentos "super saudáveis" que você deveria repensar

Sabe aquele alimento super saudável ou a melhor opção contra a gordura? Você pode estar errada


Embalagens com frutas estampadas, produtos prometendo baixo teor de gordura e açúcar, integrais milagrosos podem te deixar mais feliz como a escolha mais saudável, mas nem sempre é o caso.


Novos estudos sobre alimentação e marketing começam a botar em xeque os benefícios de alguns alimentos.


1. Leite desnatado é melhor para você

Tomar leite integral no café da manhã em vez de uma opção de baixo teor de gordura te fará ganhar peso e piora sua saúde, certo? Mas a verdade é que o leite integral pode não ser um vilão assim tão feio.


O leite desnatado é a opção mais eficaz para adquirir os benefícios do leite sem a gordura saturada e, consequentemente, diabetes, obesidade e problemas cardíacos. Mas um estudo recente revelou que as pessoas que tomam leite integral não apresentam um maior risco de desenvolver doença cardíaca ou diabetes tipo 2.

 

"Em termos de obesidade, não encontramos apoio para a noção de que laticínios de baixo teor de gordura são mais saudáveis", disse o Dr. Mario Kratz, autor do artigo e especialista em nutrição do Centro de Pesquisa de Câncer Fred Hutchinson em Seattle.


2. Não comer batatas

Batatas fritas cobertas com temperos e aromatizantes artificiais realmente não devem fazer parte de uma dieta saudável, mas isso não significa que as batatas precisem ficar de fora.
O alimento é rico em amido é uma boa fonte de vitamina C e fibras, e pode desempenhar um papel importante na sua dieta, especialmente se cozidas sem sal ou gordura.
Deixar a casca nas batatas age como um escudo e ao cozinhá-las assim você pode aumentar a quantidade de fibra e vitaminas em sua dieta.


3. Sem glúten é mais saudável

Até pouco tempo atrás, quem sofria com a doença celíaca ou hipersensibilidade ao glúten tinha problemas para encontrar produtos adequados nas prateleiras dos supermercados. Mas agora existe uma quantidade maior, disponível para quem quiser - celíacos ou não.
No entanto, o glúten passou a ser visto como inimigo da saúde e produtos sem glúten passaram a ser sinônimo de saudáveis. E não é bem assim. Cortar o glúten da dieta sem prescrição médica pode causar deficiência em vitaminas, minerais e fibras, segundo o Dr Peter H.R. Green, diretor do Centro de Doença Celíaca da Universidade de Columbia.


4. Sushi é sempre saudável

Arroz com peixe cru fresco enrolado em algas parece o supra-sumo do saudável.
Mas o arroz branco é um carboidrato refinado, leva menos tempo para digerir e pode causar um pico de aumento do açúcar no sangue e deixá-lo propenso a sentir mais fome logo.
Além disso, o sushi pode ser temperado com molhos que muitas vezes são ricos em açúcar ou mergulhados em molho de soja rico em sódio.


5. Suco é cheio de frutas

Não se deixe enganar pelas fotos de frutinhas na caixa dos sucos. Além de corantes artificiais, conservadores e uma bomba química desnecessária para o seu corpo, são cheios de açúcar (alguns têm mais açúcar do que os refrigerantes) e alguns contêm nem 10% de suco de fruta.

Comment